Notícias

Ex-aluna da Unigran Europa obtém reconhecimento do diploma de Pedagogia e atua em escola da Alemanha



A ex-acadêmica da Unigran Europa – Polo Ansbach, Adriana das Neves, obteve no mês de novembro, a revalidação do seu diploma de graduação em Pedagogia, feito na Unigran Europa. Com o diploma reconhecido pelo país europeu, ela é atualmente pedagoga em uma escola de Dresden, capital do estado da Saxônia, no leste da Alemanha.

A Unigran Europa é a sua faculdade em língua brasileira na Europa. Os graduados nela obtém o diploma reconhecido pelo Ministério da Educação brasileiro, assim como os graduados em universidades e faculdades do Brasil.

Para atuar na Europa com o diploma brasileiro, em alguns casos, pode ser necessário realizar a revalidação do diploma – assim como a Adriana fez - em outras situações, o estudante pode entrar no mercado de trabalho sem a necessidade de revalidar o diploma.

Conversamos com a Adriana para saber mais sobre a sua história e esclarecer questões sobre o processo de reconhecimento do diploma da Unigran Europa pela Evangelischen Hochschule Dresden, na Alemanha.

Adriana, conte-nos um pouco mais sobre você.

Sou graduada em Pedagogia e pós-graduada em Psicopedagogia pela Unigran. Sou professora de dança e atriz profissional com registro, desde 1998. Participei de diversos trabalhos com dança e teatro em Porto Alegre e Rio de Janeiro, no Brasil. Também trabalhei como professora de danças para crianças e adolescentes. Em 2005, tranquei a matrícula nos cursos de graduação em História e Dança e vim para a Europa estudar. Moro na Alemanha há mais de 10 anos.

Meu objetivo era estudar Teatro e Dança. Quando cheguei à Alemanha fiz diversos cursos na área de teatro e dança em escolas e centros culturais da cidade de Dresden. Em 2010 fiz o curso de formação de professor em dança pela ADTV (Allgemeiner Deutscher Tanzlehrerverband e.V.), em Hamburgo. Posteriormente, me formei como professora de Zumba e passei a lecionar em fitness estúdios, escolas de dança e instituições culturais como a famosa VHS (Volkshochschule) e TanzZentrum Dresden.

Como foi quando chegou à Alemanha para estudar dança e teatro?

A minha intenção era entrar direto na universidade para estudar Dança e Teatro, mas quando cheguei à Alemanha, não falava tão bem o alemão. Descobri que havia uma universidade em que poderia fazer meu curso, em português, na minha língua materna. Me formei em 2014 e continuei fazendo cursos na área da educação infantil na Alemanha. Depois, comecei o processo de revalidação do meu diploma.

Como foi o processo de revalidação do diploma?

O processo durou um ano e meio. Procurei a secretaria de educação do estado em que eu moro e recebi todas as instruções. Preenchi o formulário e escrevi para qual área da Pedagogia queria que o meu diploma fosse reconhecido. Após anexar todos os documentos, recebi a resposta que seriam encaminhados para uma universidade da cidade em que moro, para que a instituição fizesse a avaliação seu currículo. O objetivo era avaliar se o diploma poderia ser comparado com o curso de “Pedagogia da Infância”.

Depois eu recebi a resposta: uma carta de seis páginas que dizia que meu curso de Pedagogia da Unigran era equivalente a um curso de Pedagogia da Infância da Universidade de Dresden, onde eu moro. Mas, para obter a revalidação, eu deveria cursar duas disciplinas ou fazer uma prova. Acabei cursando as disciplinas como preparação para a prova. Eu fiz a prova e, em novembro, recebi o reconhecimento oficial do estado e posso exercer Pedagogia da Infância. Meu diploma foi reconhecido na Alemanha.

Onde você trabalha atualmente?

Quando fui aprovada na prova, em agosto, já comecei a trabalhar. Trabalho como pedagoga em uma escola de educação infantil do estado da Saxônia e ministro cursos de dança.  

Como foi que conheceu a Unigran Europa?

Encontrei a Unigran na internet, pesquisando cursos de graduação em português a distância. Descobri que havia uma universidade brasileira aqui. Embora essa universidade fosse em Ansbach, que fica a cerca de 6 horas da cidade onde moro, resolvi fazer mesmo assim. Eu poderia estudar durante a semana e faria as provas no fim de semana. Para mim era uma ótima opção, pois eu poderia continuar trabalhando.

Eu estudei também na Unigran, porque pensei que se um dia retornasse para o Brasil, eu poderia chegar ao país e já trabalhar. Seria encontrar uma vaga e me candidatar, porque eu não tinha certeza se queria ficar morando na Alemanha por toda a vida.

Como você avalia a experiência na Unigran Europa?

Acho que aproveitei bastante esse tempo que estudei na Unigran. A Unigran é muito profissional: os professores e a estrutura do polo onde estudava. Acho que foi uma oportunidade única de fazer um curso de graduação na minha língua e sem me preocupar com o idioma. No final, o meu objetivo era esse: fazer com esse diploma fosse reconhecido aqui na Alemanha. O meu curso de pós-graduação em Psicopedagogia também foi na Unigran. Logo que eu terminei a graduação, me inscrevi na pós-graduação.

Inscreva-se no vestibular da Unigran Europa: unigraneuropa.com/vestibular/